Sérgio Moro pediu para sair do cargo “para tratar de assuntos particulares



A licença para o ex-juiz foi autorizada por despacho presidencial publicado hoje (8) no Diário Oficial da União (DOU).
O ministro da Justiça Sérgio Moro pediu para sair do cargo “para tratar de assuntos particulares” entre os dias 15 e 19 de julho.
A licença para o ex-juiz foi autorizada por despacho presidencial publicado hoje (8) no Diário Oficial da União (DOU).
De acordo com o Estadão, o Ministério da Justiça e Segurança Pública explicou, por meio de sua assessoria, que o afastamento de Moro se trata de uma licença não remunerada prevista em lei.
Há um mês, Moro é alvo de reportagens.

# Compartilhar

DEIXE SEU COMENTARIO

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postar um comentário