A vida desse povo, cê sabe, né? Ou é prisão ou é Cemitério", diz dona Maria.Maria da Silva Melo é a mãe de Adailton Melo Antunes, de 45 anos, assassinado no início da manhã desta quinta-feira, no bairro Dom Jaime Câmara, em Mossoró.

EM MOSSORÓ,  RN
 Imagem 1 -

Na manhã desta quinta-feira (29), a reportagem do Programa Fora de Controle, da Super TV, conversou com Maria da Silva Melo, mãe de Adailton Melo Antunes, de 45 anos. 

Adatilon foi executado com um tiro na nuca, no início do dia, perto do Supermercado Marcondes, no bairro Dom Jaime Câmara, zona leste de Mossoró-RN. 

A vítima estava respondendo em liberdade, com acompanhamento por meio de tornozeleira eletrônica, pelo crime de violência sexual contra uma menina de 9 anos.

A mãe contou que ele já havia sofrido outra tentativa de homicídio, pouco após sair do presídio. Ela disse que ouviu os disparos e logo imaginou que fosse algo envolvendo o filho. 

“Eu tava fazendo café e ouvi aquele barulho e disse ‘isso é bala!’. Aí os tiros continuaram e eu fui olhar no portão, aí quando eu olhei no portão eu disse ‘vou fechar que é bala mesmo e é lá no meu menino’, aí fiquei no portão, com o portão fechado, mas sempre no portão, aí quando eu vi, já ia correndo duas pessoas”, contou. 

Questionada se ela esperava que um dia isso fosse acontecer com o filho, Dona Maria disse: “A gente não espera pelo que é ruim, mas vida desse povo cê sabe, ou é prisão ou é cemitério, né?”, concluiu.  


(Por:Mossoró Hoje)

# Compartilhar

DEIXE SEU COMENTARIO

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postar um comentário