Mossoró tem fim de semana sangrento com quatro homicídios


A cidade de Mossoró voltou a viver um fim de semana sangrento, onde quatro pessoas foram executadas a tiros da sexta para o domingo, elevando para 163 o número de assassinatos no ano de 2019.

A violência desenfreada começou na manhã de sexta feira (11), quando um comerciante do ramo de água mineral, identificado como Rangel Régis Câmara, de 44 anos de idade, foi executado com mais de 10 tiros de pistola calibre 380. Rangel foi morto na BR 110 entrada do conjunto Vingt Rosado, onde morava e mantinha seu comércio. Até o momento não há informações sobre motivação e autoria do crime. A DHPP já iniciou as investigações, mas até o momento ninguém foi preso.

Na madrugada de sábado (12), dois irmãos tiveram a casa invadida por criminosos, no conjunto Abolição IV, e foram sumariamente executados com tiros de pistola calibre .380 e revolver.

Natan Medeiros Rique da Escóssia, 23 anos de idade, morreu dentro de casa, depois de ser atingido com três tiros nas regiões da cabeça e costas. O seu irmão, Nayann Medeiros Rique da Escóssia, 25 anos, ainda tentou correr mas foi perseguido, alcançado e executado com mais de trinta tiros, cerca de 100 metros de sua casa. A Polícia informou que os dois tinham envolvimento com o submundo do crime e já haviam sido presos.

Na noite de sábado (12), o jovem Paulo Victor de Oliveira Silva, de 26 anos de idade, foi executado com dois tiros de escopeta calibre 12 quando chegava em casa, na Rua Ricardo Guilherme de Lima, próximo ao hospital Tarcísio Maia no Bairro Aeroporto.

Segundo a polícia, dois homens em uma caminhonete Ranger de cor clara executaram a vítima, que teve a cabeça esfacelada em decorrência dos disparos. Até o momento ninguém foi preso e a polícia ainda não sabe a motivação do crime.

Além dos quatro assassinatos ocorridos no final de semana, a cidade de Mossoró, ainda registrou duas tentativas de homicídios, uma por arma branca e outro por disparos de arma de fogo. Antônio Amorim da Silva, de 49 anos, foi encontrado caído com perfurações de faca em um terreno baldio na região do conjunto Odete Rosado, na manhã de domingo (13).

Já por volta de 11h50 também do domingo, José Jean de Souza, de 52 anos, foi baleado com cerca de três tiros nos Três Vinténs. Ele estava bebendo com amigos em baixo de uma árvore na rua João Batista, por trás das lojas Dantas, quando foi ferido a bala. As duas vítimas dos atentados foram socorridas para o Hospital Regional Tarcísio Maia.

Fim da Linha

# Compartilhar

DEIXE SEU COMENTARIO

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postar um comentário