Médico de Gugu revela mais detalhes sobre a queda do apresentador: "Marcas de traumatismo craniano em pilastra"

Slide 1 de 10: O médico Guilherme Lepski, chamado pela família de Gugu Liberato para analisar o estado crítico do apresentador na semana passada, revelou mais detalhes sobre a situação do apresentador após a queda de 4 metros de altura.
++ Ana Maria Braga faz linda homenagem a Gugu Liberato: ‘Admirado por todos’
Em uma entrevista ao Fofocalizando do SBT nesta terça-feira (26), Lepski informou que o apresentador não chegou morto o hospital, porém o seu estado neurológico era grave. “Fui com esperança de poder transportá-lo e tratá-lo no Brasil, já tinha uma equipe pronta aqui, mas a situação que encontrei era mais grave. O que se colocou é que ele tinha morte encefálica pelos critérios americanos e brasileiros”, explicou o médico.
O médico disse também que, de acordo com os relatos, Gugu pode ter batido a cabeça antes e depois de cair: “O que sei, pelo relato de pessoas que viram a casa, é que tinham marcas de traumatismo craniano, cabelo e sangue, em uma pilastra que estava embaixo (do lugar em que ele caiu)”, ressaltou o médico.
Em uma entrevista ao Fantástico no último domingo (24), Lepski revelou que o que aconteceu com Gugu foi algo muito raro. “Numa altura de 3 metros e meio, 4 metros caindo em pé, um adulto, a gente espera uma fratura de calcanhar, eventualmente uma fratura de bacias. Então para ter acontecido o que aconteceu, na gravidade que aconteceu, eu acho que ele deve ter desfalecido num dos momentos iniciais da queda, possivelmente bateu a cabeça contra o teto e aí desfaleceu”, explicou.
Acidente de Gugu
Gugu Liberato se acidentou na última quarta-feira (20) enquanto estava trocando o filtro do ar condicionado em sua casa, em Orlando, nos Estados Unidos.
O apresentador estava no sótão da casa quando o chão se abriu e ele caiu de uma altura de 4 metros. Rapidamente, Gugu foi levado ao hospital mas chegou em estado gravíssimo ao hospital. Como é prática nos hospitais, os médicos esperaram 48 horas para ver ser Gugu apresentava alguma melhora, o que não aconteceu.
A morte cerebral foi constatada na sexta-feira (22). A família de Gugu autorizou a doação de todos os órgãos.
Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS
Médico de Gugu revela mais detalhes sobre a queda do apresentador
O médico Guilherme Lepski, chamado pela família de Gugu Liberato para analisar o estado crítico do apresentador na semana passada, revelou mais detalhes sobre a situação do apresentador após a queda de 4 metros de altura.
Em uma entrevista ao Fofocalizando do SBT nesta terça-feira (26), Lepski informou que o apresentador não chegou morto o hospital, porém o seu estado neurológico era grave. “Fui com esperança de poder transportá-lo e tratá-lo no Brasil, já tinha uma equipe pronta aqui, mas a situação que encontrei era mais grave. O que se colocou é que ele tinha morte encefálica pelos critérios americanos e brasileiros”, explicou o médico.
O médico disse também que, de acordo com os relatos, Gugu pode ter batido a cabeça antes e depois de cair: “O que sei, pelo relato de pessoas que viram a casa, é que tinham marcas de traumatismo craniano, cabelo e sangue, em uma pilastra que estava embaixo (do lugar em que ele caiu)”, ressaltou o médico.
Em uma entrevista ao Fantástico no último domingo (24), Lepski revelou que o que aconteceu com Gugu foi algo muito raro. “Numa altura de 3 metros e meio, 4 metros caindo em pé, um adulto, a gente espera uma fratura de calcanhar, eventualmente uma fratura de bacias. Então para ter acontecido o que aconteceu, na gravidade que aconteceu, eu acho que ele deve ter desfalecido num dos momentos iniciais da queda, possivelmente bateu a cabeça contra o teto e aí desfaleceu”, explicou.

Acidente de Gugu
Gugu Liberato se acidentou na última quarta-feira (20) enquanto estava trocando o filtro do ar condicionado em sua casa, em Orlando, nos Estados Unidos.
O apresentador estava no sótão da casa quando o chão se abriu e ele caiu de uma altura de 4 metros. Rapidamente, Gugu foi levado ao hospital mas chegou em estado gravíssimo ao hospital. Como é prática nos hospitais, os médicos esperaram 48 horas para ver ser Gugu apresentava alguma melhora, o que não aconteceu.
A morte cerebral foi constatada na sexta-feira (22). A família de Gugu autorizou a doação de todos os órgãos.


Fonte: MSN

# Compartilhar

DEIXE SEU COMENTARIO

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postar um comentário