Matança de mulheres continua no Ceará. No fim de semana foram mais seis assassinatos


Seis mulheres foram assassinadas no Ceará durante o fim de semana. Somente em Fortaleza foram três crimes do gênero, outros dois em Juazeiro do Norte e o sexto caso no Município de Caucaia, na Região Metropolitana da Capital. Em dois casos, uma adolescente e uma jovem foram executadas por ordem de uma facção.

O primeiro caso ocorreu ainda na tarde da última sexta-feira (24), quando a aposentada Maria Nísia Teixeira Freitas, 82 anos, foi morta a pauladas em sua residência na Praia do Icaraí, em Caucaia. Foi um crime de latrocínio (roubo seguido de morte). Duas pessoas foram presas em flagrante, sendo a própria cuidadora da vítima, identificada como Bismel dos Santos, 52 anos; e seu amante, Carlos André Teixeira dos Santos , 31, que foi preso após uma perseguição policial. Ele havia roubado o carro da idosa.

Ainda na sexta-feira, à noite, uma adolescente de aproximadamente 16 anos, foi morta a tiros no bairro Conjunto Ceará. O crime teria sido ordenado por bandidos de uma facção criminosa. Após ser executada a tiros, a vítima (ainda não identificada) teve o corpo arrastado e deixado sobre os trilhos próximo à estação da Jurema, em Caucaia.

Na madrugada do sábado (25), a ex-presidiária Dayane da Silva Mascarenhas, 30 anos, foi morta, a tiros, quando dormia em sua residência, localizada no bairro São José, na cidade de Juazeiro do Norte. A Polícia acredita em um “acerto de contas”.

Na tarde de sábado, uma jovem identificada apenas por Kauane foi assassinada, a tiros dentro de um bar no bairro Vila Peri, em Fortaleza. Segundo testemunhas, um homem invadiu o local e disparou vários tiros na cabeça da mulher, que teve morte instantânea.

Na noite de sábado, por volta de 23 horas, uma mulher de 27 anos, identificada como Damiana Samara Apolinário da Silva, foi morta a golpes de faca na cidade de Juazeiro do Norte. O crime ocorreu na residência da vítima, no bairro Triângulo. O suspeito do crime já foi identificado, mas está foragido. Outra mulher também ferida foi hospitalizada.

O sexto crime do gênero aconteceu no domingo (26), onde Simone Kelly Alves de Andrade foi morta, a tiros, dias após ter gravado um vídeo e postado nas redes sociais e, que afirmou que estavam “rasgando a camisa” de uma facção criminosa e ingressando em outra.

Nenhum comentário

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.