Com bens bloqueados, ex-presidente Lula terá seu salário pago pelo PT


Solto em novembro após 580 dias de prisão, mas com os bens bloqueados por decisão judicial, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva passou a receber, em janeiro deste ano, salário do PT na condição de dirigente político sem mandato.

A informação foi antecipada pelo Globo.

A direção do PT não revelou o valor do salário do ex-presidente nem se ele é contratado em regime de CLT ou como pessoa jurídica.

No partido, o pagamento de um dirigente político sem mandato costuma ser pouco inferior ao salário de um deputado federal, hoje de R$ 33.763.

Lula foi funcionário do PT até ser eleito presidente da República, em 2002. Em 2015, quando deixou a Presidência, passou a ganhar R$ 20 mil mensais provenientes de retiradas do fundo de sua empresa de palestra.

Em um depoimento, o ex-presidente afirmou receber uma pensão de cerca de R$ 6.000 como anistiado político da ditadura militar. Embora Lula tenha declarado esse valor, sua assessoria não quis confirmá-lo.

A assessoria do PT afirma que o valor do salário do ex-presidente será declarado à Justiça Eleitoral na prestação de contas do partido.

Nenhum comentário

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.