Se tentarem um GOLPE contra o governo, as tropas irão para as ruas, com ou sem a autorização de Bolsonaro


Patrícia Moraes Carvalho
Ação teria sido encabeçada por deputados e senadores que queriam instituir o parlamentarismo no Brasil
Em entrevista para a revista [antipatriótica] Veja, o ministro José Dias Toffoli narrou que entre os meses de abril e maio houve uma tentativa de golpe para tentar depor o presidente Jair Bolsonaro.
O presidente do STF disse que precisou intervir junto a outros nomes de peso da República para abortar o ‘golpe’ contra Bolsonaro.
Toffoli não salvou Bolsonaro de absolutamente nada … foi o Serviço de Inteligência do Exército que evitou que o MECANISMO pudesse derrubar o presidente eleito.
Nos corredores de Brasília, corre a informação de que o ‘braço do Exército’ dentro do STF, General Ajax Porto Pinheiro (assessor de Toffoli) teria se dirigido ao presidente do STF e dito (em alto e bom tom) que se tentassem um GOLPE contra o governo democraticamente eleito, as tropas iriam para as ruas, com ou sem a autorização de Bolsonaro.
Ato contínuo, Toffoli teria alertado imediatamente Rodrigo Maia, David Alcolumbre e parlamentares pró GOLPE PARLAMENTARISTA BRANCO que a ideia não vingaria.
Mais uma vez (caso se confirme a veracidade do fato narrado acima), nossa glorioso Exército Brasileiro salvou a democracia do país dos golpistas de plantão.

Nenhum comentário

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.