Porto do Mangue: Depois de receber auxilio de forma ilegal, Será que a esposa do vereador Jean Maia vai devolver o recurso federal?

Tem um provérbio popular que diz “macaco não olha para o rabo”, situação que cabe muito bem no contexto político de Porto do Mangue.

Veja bem

A oposição de Porto do Mangue fez um alarde danado para tentar jogar população contra o prefeito Sael no caso dos médicos sem revalida como se o prefeito tivesse culpa pela contratação dos mesmos – ao tomar conhecimento do fato o prefeito foi célere em rescindir contrato com a empresa prestadora deste serviço – resolvido com austeridade o que a oposição chamou de escândalo, chega essa bomba nas mãos da oposição de comportamento inquestionável com a  Esposa de Vereador oposicionista recebendo 1200 reais de auxilio emergencial.

Compreenda o absurdo

GERLANE DA SIVA BORJES DE MENEZES (Branquinha), esposa do vereador JEAN MAIA, da Cidade de Porto do Mangue, encontra-se recebendo indevidamente o auxílio emergencial pago pelo Governo Federal as famílias de baixa renda.

O detalhe

Além de ser imoral, a má fé de se aproveitar das falhas contidas no sistema, visto esse auxilio foi implantado às pressas a razão da pandemia de COVID, a esposa do vereador cometeu crime de estelionato, correndo o risco de  prisão por até 5 anos.


A pergunta que não quer calar

Será que "Branquinha" vai devolver o valor recebido após esse comportamento imoral e ilegal?

Pois seria algo decente que a senhora “branquinha” deveria fazer nesse momento, Já que tem várias famílias em situação de extrema pobreza no próprio município que não receberem o auxílio federal?

cidade do sal

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.