FIES: INSCRIÇÕES COMEÇAM HOJE (28/07) - VEJA O PASSO A PASSO

Inscrições do Fies 2020/2 são adiadas
As inscrições para participar do processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do 2º semestre de 2020 poderão ser feitas a partir desta terça-feira (28/7). A opção estará disponível até às 23h59 da próxima sexta (31/7).

O resultado será divulgado em 4 de agosto. A partir dessa data, começa o período para complementação da inscrição dos candidatos pré-selecionados, que poderá ser feito até às 23h59 do dia 6 de agosto. Para se inscrever no Fies, clique aqui (veja o passo a passo no fim desta matéria).

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), estão sendo ofertadas, nesta edição, cerca de 30 mil vagas. O Fies tem como objetivo conceder financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos.

Os candidatos que não foram pré-selecionados na chamada única do Fies podem disputar uma das vagas ofertadas por meio da lista de espera. A inclusão do estudante nessa lista é feita, segundo o MEC, de forma automática.

“Portanto, diferente dos processos seletivos do Sisu e do Prouni, para participar da lista de espera do Fies não é necessário manifestar interesse”, explicou o Ministério da Educação, em nota pública.

O prazo de convocação por meio da lista de espera poderá ocorrer entre os dias 4 e 31 de agosto.
Adiamento

Inicialmente, as inscrições do Fies estavam previstas para começar na última terça-feira (21/7). Nesse mesmo dia, no entanto, o MEC informou ter adiado por uma semana o início do cadastro.

“A alteração no cronograma do Fies se deu após o Ministério da Educação identificar inconsistências no processamento da distribuição das vagas ofertadas pelas instituições de ensino superior”, explicou.

“Com essa medida, a atual gestão do MEC assegurará a lisura e a transparência do processo seletivo”, prosseguiu a pasta, comandada desde 10 de julho pelo pastor da Igreja Presbiteriana Milton Ribeiro.
Passo a passo

Poderá se inscrever no processo seletivo do Fies o candidato que tenha participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir da edição de 2010, e que tenha obtido média aritmética das notas nas provas igual ou superior a 450 pontos, e nota superior a zero na redação.

Também é necessário possuir renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até três salários mínimos, o que equivale, hoje, a R$ 3.135.

Assista o passo a passo, elaborado pelo MEC, para se inscrever no Fies:


Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.