Após quatro jogos sem derrota, Potiguar sofre goleada e sai do G-4 da Série D

 

O Potiguar perdeu por 4 a 1 para o Itabaiana na tarde de domingo, 19, pela sétima rodada da Série D do Campeonato Brasileiro. A partida foi realizada no Estádio Etelvino Mendonça, no interior de Sergipe. A goleada sofrida encerrou sequência de quatro jogos sem derrota dos mossoroenses na competição nacional.

O Tricolor da Serra abriu o placar logo aos 10 minutos do primeiro tempo. Carlos Henrique arriscou de fora da área e marcou um belo gol. A bola foi no ângulo direito da meta de Ferreira. O segundo veio aos 37 minutos. O lateral-esquerdo Caetano desceu pela esquerda e chutou forte para ampliar para o Tremendão.

Os donos da casa voltaram acesos e assinalaram o terceiro no primeiro minuto da etapa complementar. William recebeu passe do atacante Thiago Santos na grande área e bateu sem chances para o goleiro alvirrubro. A goleada tomou forma aos 15 minutos. Birungueta aproveitou chutão para a área. O camisa 10 dominou e chutou no canto direito de Ferreira.

O Potiguar diminuiu aos 32 minutos. Alysson aproveitou cruzamento da direita e apenas escorou para fazer o primeiro gol dos visitantes na partida.

A derrota tira o Time Macho da zona de classificação para a segunda fase da Série D. O Alvirrubro iniciou a rodada na quarta posição, com nove pontos. Agora, o time permanece com a mesma pontuação, mas cai para a quinta colocação. Já os sergipanos entram no G-4 da chave. A equipe vai para 10 pontos e chega ao quatro lugar.

O time da Capital do Oeste vinha de quatro jogos sem derrota na competição. O último revés havia sido na segunda rodada após perder para o Coruripe, fora de casa por 1 a 0. Foram duas vitórias (Vitória da Conquista e Jaciobá) e dois empates (Central e ABC).

Os dois times voltam a duelar na próxima quinta-feira, 22, pela oitava rodada, a primeira do returno do grupo. A partida será disputada na Arena das Dunas, às 15h30, e terá como mando de campo dos mossoroenses. A equipe ainda não pode reinar ou jogar no Nogueirão, que encontra-se interditado pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte.

Jornal De Fato

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.