COPA DO NORDESTE: BAHIA VENCE O CEARÁ NOS PENALTIS E TORNA-SE CAMPEÃO PELA 4ª VEZ

Bahia vence Ceará duas vezes na volta e é tetra da Copa do Nordeste

Mesmo depois da derrota no jogo de ida por 1 x 0, o Bahia lutou e buscou o título da Copa do Nordeste de 2021 neste sábado (8/5), sobre o Ceará, na Arena Castelão.

No tempo normal, Rodriguinho e Gilberto fizeram os gols do Esquadrão de Aço, Jael diminuiu para o Vozão, 2 x 2 no agregado, levando a decisão para os pênaltis. Na disputa, o tricolor venceu por 4 x 2 com a cobrança decisiva de Conti.

O Bahia bateu o atual campeão da copa e conquistou seu quarto título.

O jogo

A primeira etapa foi bem equilibrado e disputada. Os dois times tiveram chances claras de gol, mas foram para o intervalo sem tirar o zero do placar. Ao fim dos 45 minutos iniciais, o resultado parcial dava o título da copa para o Ceará.

Na volta do intervalo, no entanto, o cenário foi diferente. O Bahia sofreu pênalti e, aos 18 minutos, Rodriguinho fez 1 x 0, empatando no placar agregado. Menos de dez instantes depois, aos 25, o camisa 10 dessa vez deu passe para Gilberto que chegava pela direita, na entrada da área. O artilheiro dominou, cortou para dentro e bateu de canhota, ampliando a vantagem tricolor.

Mas o atual campeão não desistiu e diminuiu a diferença com Jael, novamente decisivo. Marlon cruzou na cabeça do matador e ele não perdoou. Sem outras alterações no marcador, os 90 minutos terminaram 2 x 2 no agregado e a disputa foi para os pênaltis.

Cobranças

Rodriguinho abriu a sequência para o Bahia e guardou o segundo dele da marca do pênalti no dia. Lima foi em seguida e bateu forte, no canto, 1 x 1. Galdezani também foi bem e a bola morreu na lateral da rede, 2 x 1 para o tricolor. Depois, Jorginho partiu para a cobrança e parou em Matheus.

Na vez de Thonny Anderson, foi Richard quem cresceu e fez boa defesa. Marlon pegou a terceira cobrança do Vozão e também desperdiçou. Após uma sequência de três pênaltis perdidos, Lucas Araújo balançou a rede para o Esquadrão de Aço, fazendo 3 x 1.

Depois, Fernando Sobral correu para a bola e diminuiu a diferença, 3 x 2. A cobrança decisiva ficou nos pés de Conti que guardou e confirmou o título do Bahia na Copa do Nordeste. 

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.