PORTO DO MANGUE RN REUNE OS GRANDES NOMES DO DESENVOLVIMENTO DO PAÍS.

 

O secretário Jaime Calado e o adjunto Silvio Torquato, da pasta do Desenvolvimento Econômico, se reuniram com técnicos da UFRN, representantes da Mhag Mineração e da prefeitura de Porto do Mangue para discutir o projeto do porto-indústria cujo convênio para estudos de viabilidade foi assinado na última quinta-feira (20) entre o Governo do Estado e a UFRN. O encontro aconteceu em Porto do Mangue nesta segunda-feira (24). O município localizado no Alto Oeste Potiguar é um dos possíveis locais para a instalação do porto.
O secretário Jaime Calado explicou a presença do diretor da Mhag, Pio Egídio Sacchi, que cedeu estudos realizados anteriormente pela empresa para a instalação de um porto multicargas na região, que viabilizaria, entre outras atividades, a exportação de ferro produzido no estado. "O porto será vital para a instalação da indústria eólica offshore, mas também queremos possibilitar o escoamento de diversos produtos, como o sal e outros minérios. Só de ferro, por exemplo, temos aqui 600 milhões de toneladas medidas e que necessitam de um porto como esse para serem exportados", informou o secretário.
O titular também falou do convite feito aos técnicos da UFRN, Rafael Monteiro e David Casimiro, que represetaram a equipe formada pelo professor Mário Gonzales, responsável pelos estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental para a construção do porto-indústria. De acordo com o secretário, o professor da UFRN está entre os maiores especialistas do setor eólico do país. O convênio entre Universidade e o Governo terá prazo de execução de 18 meses.
O encontro aconteceu na praia de Pedra Grande em Porto do Mangue na residência do secretário de Turismo Francisco Bezerra, é a segunda vez que o secretário recebe a comitiva do desenvolvimento. Também participaram da reunião os engenheiros da Mhag Mineração, Moacir Dantas e Irani Gonçalves, o secretário de Turismo Francisco Bezerra, Infraestrutura Francielbes Melo, planejamento de Porto do Mangue, Flávio Felipe; o controlador do município, Sami Melo; e os técnicos ambientais da Florescer, Adailton Carvalho e Iago Queiroz.

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.