Jacó Jácome alerta para riscos do parto prematuro após aumento de casos no RN

O Rio Grande do Norte tem registrado um aumento de 13% no número de partos prematuros ao longo de 2020. Índice superior até mesmo à média nacional, que ficou em 11% no período. O fato chamou a atenção do deputado estadual Jacó Jácome (PSD), que alertou para os riscos do fato durante pronunciamento na sessão plenária da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte nesta quinta-feira (18).

"Estamos no mês do Novembro Azul, que é importante para o combate e prevenção ao câncer de próstata, mas também no novembro roxo, de conscientização à prematuridade. Há um aumento significativo de casos no RN. É preocupante a situação das crianças e bebês, recém-nascidos, prematuros, que precisam dos serviços públicos", disse Jacó.

O parlamentar disse que vários fatores podem explicar o que tem levado a esse aumento de casos no RN. O principal deles, segundo o deputado, seria a própria Covid-19, que segundo estudos estaria levando mães contaminadas à prematuridade do parto. 

"Mas também podemos avaliar que influenciou no aumento desses partos a questão da não visita das pacientes gestantes ao serviço do pré-natal. O distanciamento social piorou o número de pacientes que visitavam seus médicos regularmente e o número de pacientes gestantes que realizam pré-natal diminuiu significativamente. Isso trouxe impacto direto no número de bebês prematuros", concluiu.

 

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.