Serra do Mel-RN Análises coletadas em cajueiros apresentam baixo teor de macro e micronutrientes

A Secretaria Municipal de Agricultura de Serra do Mel realizou mais um encontro entre produtores, representantes do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

O encontro serviu para que a Embrapa apresentasse os resultados obtidos a partir do material coletado em junho deste ano, de solos e dos cajueiros que apresentavam sintomas que ameaçam o cultivo da cajucultura.

De acordo com o pesquisador e especialista em nutrição de Plantas da Embrapa, Carlos Alberto Kenji e Marlos Alves, chefe de departamento da Embrapa, as análises apresentaram baixo teor de macro e micro nutrientes importantes e necessários para desenvolvimento e melhor produtividade dos cajueiros, e citaram como exemplo, o fósforo, cobre, zinco, potássio, manganês, ferro e hidrogênio.

Dessa forma, a recomendação foi para que aconteça o manejo de adubação e nutrição balanceada, conforme o que a planta necessita. “Isso fará com que os produtores aumentem a produção do caju e da castanha, elevando, consequentemente, sua renda e qualidade de vida”, disse o pesquisador Carlos Alberto Kenji.

Participaram também da reunião, a secretária de agricultura, Andrea Vicente, e a adjunta Verônica Inocêncio, os engenheiros agrônomos Braz Lino e Glenda Lira, representantes do Banco do Nordeste, na pessoa de Sérgio, e ainda Kallyo Halyson e Cléa Silveira, coordenadores do programa Agronordeste Sebrae e o gestor do programa Fruticultura do Sebrae, Franco Marinho.












 

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.