Crispiniano Neto repassa R$ 1,7 milhão para a Polícia Militar. Como se explica?

 

Foi publicado na edição de 13/05/2022 do Diário Oficial do Estado do RN, um misterioso Termo de Descentralização de Crédito Orçamentário no valor de R$ 1.771.957,00, sem qualquer assinatura, firmado pela Fundação José Augusto, através do seu Diretor Geral, poeta Joaquim Crispiniano Neto, beneficiando a Polícia Militar, na pessoa do  Coronel Alarico Azevedo, com o objetivo de implantar o pagamento para Policiais Inativos convocados, sem explicitar a razão de tal procedimento.

O poeta Crispim precisa explicar ao contribuinte o teor deste termo de colaboração, pois é inconcebível remanejar recursos financeiros destinados a área da cultura para pagar salários de Policiais Inativos.

Robson Pires

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.