Agricultores de Upanema expandem a produção com incentivo do Governo do RN



A vida está mudando para um grupo de 20 famílias de agricultores da zona rural de Upanema, distante 275 km de Natal. Os produtores de melão no Assentamento Geraldo Messias vão mais do que dobrar a produção depois que o Governo do Estado investiu R$ 590 mil, através do edital de fruticultura irrigada do projeto Governo Cidadão, com recursos do Banco Mundial. Os atuais 50 hectares vão subir para 80 e a produção vai sair de 1,5 mil toneladas para 2,4 mil toneladas de melão por ano, que já têm mercado certo em Natal.
“Ganhamos mais um incentivo para permanecer na comunidade, porque aqui todo mundo vive do melão. Cada produtor vai ganhar mais meio hectare para produzir”, comemora o presidente da Associação Comunitária do Assentamento Geraldo Messias, Marcondes Bezerra. O investimento incluiu a implantação de 10 hectares de melão com sistema de irrigação automatizado, perfuração de dois poços, aquisição de um trator, grade aradora, subsolador, pulverizador, carroção e um triturador para silagem.
Os 10 hectares com o novo sistema ainda serão implantados, mas a chegada do trator já mudou a realidade dos agricultores. Antes eles dependiam do trator da Prefeitura de Upanema – que atende todo o município – ou de alugar a terceiros para preparar a terra. “Esse trator era o sonho deles. Porque antes faziam o planejamento anual da plantação e não era cumprido porque a máquina sempre demorava a chegar. Hoje eles estão quase independentes”, destaca o responsável pela assistência técnica, Flávio Basílio.
Para o secretário de Gestão de Metas e Projetos, Fernando Mineiro, os resultados a serem alcançados pelos produtores de Upanema demonstram o acerto do Governo do Estado em priorizar a agricultura familiar em seus programas. “O pequeno produtor precisa de incentivo, assistência técnica e solo fértil para plantar. Através do projeto Governo Cidadão, estamos conseguindo levar isso a comunidades e assentamentos em todo o Estado e transformar a vida dessas pessoas”, diz.

# Compartilhar

DEIXE SEU COMENTARIO

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postar um comentário