Polícia Civil prende suspeito de matar e queimar corpo de motorista de aplicativo dentro de carro no RN



Um homem foi preso pela Polícia Civil na manhã desta sexta-feira (23), em Arez, na região metropolitana Natal, como principal suspeito pela morte da motorista de aplicativo Suetânia Santos do Nascimento, de 29 anos, em agosto de 2017.

De acordo com o delegado Wellington Guedes, responsável pela investigação, o suposto criminoso e a vítima tinham encerrado um relacionamento.
O suspeito foi preso por força de um mandado de prisão e transportado para o sistema prisional em Natal.

Segundo o delegado, ele nega o crime, mas há provas de que ele entrou em contato com a vítima. Ainda de acordo com os investigadores, a partir de depoimentos e outras provas, a polícia também conseguiu comprovar que ele esteve no local do crime.

A motorista de aplicativo desapareceu na sexta-feira 11 de agosto de 2017. O corpo dela só foi encontrado carbonizado na segunda-feira (14), dentro do carro, também incendiado, em um canavial no município.

O veículo foi identificado por meio do número do chassi. Já identificação oficial do corpo como sendo de Suetânia só ocorreu mais de um ano depois, através de exames de DNA.

# Compartilhar

DEIXE SEU COMENTARIO

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postar um comentário