Estudo da FGV EMAp aponta Flamengo favorito contra o River na final da Libertadores





 Os matemáticos da Escola de Matemática Aplicada da Fundação Getúlio Vargas (FGV EMAp) realizaram simulações para o confronto entre o Flamengo e o River Plate, pela disputa da taça Libertadores da América 2019 e encontraram que o clube carioca tem mais chances de fazer os seus torcedores comemorarem após o jogo. De acordo com o modelo matemático, o Flamengo tem 50% de chances de ganhar o jogo, contra 25% de chances do time argentino. Já a probabilidade do jogo terminar empatada e ir para a prorrogação é de 25%.


“É importante destacar que o nosso modelo compara principalmente o desempenho dos times na liga nacional de seu país, mas utiliza as 26 partidas internacionais entre clubes brasileiros e argentinos, dando maior peso para elas do que para as partidas nacionais, para equalizar as forças das duas equipes e refletir as diferenças entre os campeonatos nacionais”, destaca o analista do Esporte em Números da FGV EMAp, João Marcos.

Placar do jogo — O modelo da FGV EMAp indica, no entanto, que o placar mais provável da partida, com 11% de probabilidade, é o empate em 1 a 1. Ele é seguido de 2 a 1 e 1 a 0 para o rubro-negro, com 9% de chances. “A diferença no indicativo do favoritismo do time brasileiro surge devido às diferenças nas probabilidades de placares com um ou dois gols de diferença. Além disso, os placares a favor do Flamengo são mais prováveis que os placares a favor dos argentinos”, explica João Marcos.

Simulações – Flávio Fontanella, analista do Esporte em Números da FGV EMAp, ressalta ainda que ao estimar as probabilidades de um clube fazer ou sofrer mais gols que o adversário, o modelo acaba favorecendo aqueles clubes que são mais efetivos, seja fazendo muito mais gols que seus adversários, ou tomando menos gols. “E nesse aspecto, o Flamengo tem se destacado dos demais dos pares brasileiros, muito mais do que o River em relação aos seus pares argentinos. Por isso, o Flamengo é favorito, considerando que nos confrontos internacionais entre brasileiros e argentinos em 2019, há até agora um equilíbrio, com 9 vitórias brasileiras, 10 empates e 7 vitórias argentinas”, informa o analista da FGV EMAp.

Contudo, as simulações forem analisadas em extratos, o empate, independentemente da quantidade de gols marcados, é o resultado que mais se destaca, com 23%, seguido pela vitória rubro-negra por um gol de diferença com 22%. O terceiro resultado mais provável apresenta um empate entre uma vitória rubro-negra por dois gols de diferença ou uma vitória argentina por um gol de diferença, ambos com 14% de chances — o que mostra que é esperada uma partida equilibrada, mas com favoritismo para a equipe brasileira.

“Vale destacar, por fim, que as probabilidades indicadas são para o resultado no tempo normal. Não fizemos previsões para disputas por penalidades. Assim, se considerarmos as possibilidades de título a partir da hipótese de que ambos os times têm as mesmas chances nas penalidades, o modelo indicaria uma probabilidade em torno de 62% para o Flamengo contra 38% do River Plate”, finaliza Flávio Fontanella. 



# Compartilhar

DEIXE SEU COMENTARIO

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postar um comentário