Governo Bolsonaro trava recursos e insumos para o combate à pandemia de covid-19 RN, critica Fátima


A gestão do presidente Jair Bolsonaro tem travado a liberação de recursos e não tem atendido aos reiterados pedidos por insumos para habilitação de UTIs no Rio Grande do Norte, afirmou em entrevista ao Blog do Dina a governadora Fátima Bezerra.
Na semana passada, em reunião com o ministro da Saúde, Nelson Teich, a governadora voltou a cobrar a habilitação de insumos que foi aprovada pelo próprio governo federal dentro do plano de contingenciamento do RN. Na atual fase, 115 leitos eram esperados. Mas apenas 10 foram habilitados.
Fátima afirmou que o ministro explicou que o governo federal dispõe, mensalmente, de 180 respiradores para distribuir a todos os estados e que o critério será as regiões mais graves.
“Não se questiona isso porque assim deve ser. O que se questiona é que o Ministério da Saúde se limite à produção nacional e o governo não use a diplomacia para obter respiradores em outros países produtores”, destacou.
Sem os equipamentos, o estado não tem como abrir novos leitos de UTI. A situação já levou o Rio Grande do Norte a comprar respiradores diretamente à China, mas a goernadora foi questionada sobre o alto custo da operação, R$ 167 mil por aparelho – que custa em média entre R$ 60 e R$ 70 mil – e explicou, por outro lado, o panorama.
“Há uma demanda global por esses equipamentos, o que eleva o preço. Temos um projeto do Senai e da UFRN para desenvolver nossos próprios respiradores, mas isso é coisa para agosto, não podemos esperar até agosto”, afirmou Fátima.
Ela ainda explicou que R$ 65 milhões de emendas impositivas destinadas ao Estado para o enfrentamento à pandemia não foram liberados até o momento.
“E aqui registro o empenho da bancada federal de nosso estado que tem lutado para destravar esses recursos, mas até agora o governo não liberou”, pontuou a governadora.
Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.