Em jogo com arbitragem polêmica, Fluminense empata com Junior Barranquilla. Tricolor sai atrás após pênalti duvidoso, mas busca igualdade e soma mais um ponto na Libertadores

 LIBERTADORES

Junior Barranquilla x Fluminense

Depois de mais uma maratona por mudança de lugar, o Fluminense ficou no empate por 1 a 1 com o Junior Barranquilla (COL), nesta quinta-feira, no Estádio Monumental Isidro Romero Carbo, em Guayaquil (EQU). A partida, válida pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores , teve um primeiro tempo intenso e uma segunda etapa mais morna e contou com gols de Borja, em um pênalti polêmico, para os mandantes, e Kayky para os visitantes.

Com esse resultado, o Flu fica permanece em primeiro no Grupo D, com cinco pontos, empatado com o River Plate, que também empatou na rodada. O Tricolor leva vantagem por ter feito mais gols fora de casa. O Junior e o Santa Fe seguem com dois pontos cada.

MUDANÇAS E INCERTEZAS

Assim como na última semana, o Fluminense voltou a sofrer e precisou mudar a logística da viagem a Colômbia de última hora. Se o problema anterior foi com as restrições pela Covid-19, agora os protestos no país fizeram com que a partida fosse transferida para o Equador. As duas delegações chegaram ao novo local apenas na noite da última quarta-feira. O Flu chegará a mais de 22 mil km voados nas duas últimas semanas.

POLÊMICA

O Flu entrou em campo nervoso e viu a situação piorar logo aos oito minutos. Fuentes invadiu a área e foi desarmado por Kayky, mas o árbitro assinalou o pênalti. Os tricolores reclamaram muito e tentaram reverter a polêmica marcação, mas não houve mudança. Borja foi para a cobrança e bateu firme para abrir o placar no Equador.


(Por 

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.