Câmara de vereadores de Assu é suspeita de manter funcionário fantasma

 


Uma nota publicada no blog Rabiscos do Samuel Junior/blogRSJ (AQUI), domingo (30), tratando da constatação de que um órgão público em Assu não atualizava seu sítio (em inglês, site) eletrônico e/ou conjunto de páginas na web sendo a última notícia de abril de 2020 e, ainda, que o órgão tem assessoria de imprensa, nos despertou para a suspeita da possibilidade da existência de funcionário fantasma no órgão.

Assim, o blog de Alderi Dantas seguiu a trilha dada pelo blogRSJ na busca por outras informações e constatou que trata-se da Câmara de Vereadores de Assu (RN).

A mesa diretora do legislativo assuense nomeou através da portaria 060/2021, de 01 de fevereiro de 2021 (AQUI), um servidor lotado no gabinete do presidente Francisco de Assis Souto para o cargo de assessor de imprensa. No entanto, é possível verificar no site (AQUI) que a produção do referido assessor é de zero notícia no período de 01 de fevereiro a 31 de maio, e, depois de muita pesquisa, também não encontramos registro do envio por parte da referida assessoria de releases e/ou sugestões de pauta para a imprensa no tocante ao trabalho do legislativo assuense.

Já um perfil do legislativo assuense na rede social criada neste período foi movimentada uma única vez no mês de abril e duas vezes no mês de maio (AQUI) e em outra rede uma postagem em abril e também só uma no mês de maio (AQUI), aumentando a suspeita já que a lei denomina funcionário fantasma  aquele que recebe remuneração em razão de ocupar cargo, emprego ou função pública sem desempenhar de forma habitual atividade laborativa junto à administração pública.
www.alderidantas.com.br
Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.