MONITORADO POR TORNOZELEIRA ELETRÔNICA "CAPETINHA" É VÍTIMA DE TENTATIVA DE HOMICÍDIO EM MOSSORÓ-RN




Fábio da Silva Batista “capetinha” de 27 anos de idade, sofreu ferimentos por arma de fogo, no início da noite deste domingo, 23 janeiro, na Rua principal da favela do fio, região do Abolição IV em Mossoró. Fazia apenas 03 dias que ele tinha deixado a prisão. 
Capetinha levou cerca de 05 tiros nas pernas e na região glútea. Ele disse a policia, que iria ser morto de forma bem lenta. Os elementos atiravam nele e filmavam a reação com celulares. Os criminosos só pararam de atirar e gravar, quando ouviram o barulho das sirenes das viaturas da policia entrando na favela. Segundo informações, elementos armados, num veículo de cor branca teria sido vistos na favela procurando um desafeto.  
Pouco depois, logo após vários disparos, capetinha foi encontrado pela policia militar ferido. Ele recebeu atendimento no local e foi socorrido para o Hospital Regional Tarcísio Maia por uma equipe do Samu, escoltado pela policia militar.  
Fábio é preso de justiça em liberdade monitorada por tornozeleira eletrônico e como havia danificado o equipamento, era considerado foragido da Justiça. 
No dia 27 de setembro de 2019, "Capetinha" foi preso com uma comparsa em um motel da cidade, após renderam um motorista de aplicativo e sua esposa e os amarrarem, subtraindo diversos objetos no Alto das Brisas, em Mossoró. (RELEMBRE)  

O Câmera/Passando na Hora

 

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.