BOLSONARO: ‘FICAM ME ENCHENDO O SACO PARA TOMAR VACINA. DEIXA EU MORRER’

 

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PL) repetiu nesta quinta-feira (31/3) que não se vacinará contra a covid-19. O chefe do Executivo se disse incomodado pelos pedidos para que se imunize. “Me enchem o saco para tomar vacina. Deixem eu morrer”, declarou, durante evento de despedida de ministros da Esplanada que concorrerão nas eleições de outubro.

“Posso perder muita coisa na minha vida, mas não a minha honra. Eu não vou perder aquilo que é fantástico para mim, como o é para o Neymar quando faz um gol: estar no meio do povo. Mesmo com as críticas que, muitas vezes, o general Heleno (ministro do Gabinete de Segurança Institucional), que já perdeu a paciência, vem para cima de mim: ‘Se segura’. Eu tenho que estar no meio do povo”, avisou.

Ao se referir ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, Bolsonaro reforçou que precisa estar no meio do povo.

“Inclusive, Queiroga, sem máscara. O problema é meu, a vida é minha! ‘Ai, não tomou vacina’. Tem gente que quer que eu morra e fica me enchendo o saco para tomar vacina. Deixa eu morrer!”, apontou, sendo ovacionado pela plateia e pelo próprio ministro da Saúde.

Correio Braziliense

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.