QUER CASAR? CONHEÇA A LENDA DA PEDRA DE SANTO ANTÔNIO, QUE PROMETE CASAMENTO PARA QUEM PASSAR POR FENDA

 

Foto 1: Divulgação/Secretaria de Turismo de Fagundes/ Foto 2 : Divulgação/Prefeitura Municipal de Fagundes, PB

No pequeno município de Fagundes, Agreste da Paraíba, próximo a Campina Grande, onde acontece o Maior São João do Mundo, várias pessoas se aventuram e passam pela fenda de uma pedra em busca de um casamento. Em 13 de junho, dia de Santo Antônio, a tradição se une à fé, e a Pedra de Santo Antônio recebe ainda mais turistas.

A Pedra de Santo Antônio fica na zona rural de Fagundes, município localizado a cerca de 20 km de Campina Grande. A lenda centenária diz que um Antônio foi encontrado dentro da fenda da pedra, no século 19, e por isso, quem passa por lá se casa.

Muitas pessoas devotas de Santo Antônio costumam ir até o local, onde também existe uma capela com o santo. Fitas com vários pedidos – a maioria deles, para conseguir um relacionamento – são amarradas na escultura sagrada.

Turistas e devotos de Santo Antônio visitaram a capela no Dia dos Namorados — Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Fagundes, PB

Nos dias 12 de junho, Dia dos Namorados e véspera de Santo Antônio, a movimentação no lugar é ainda maior. Uma festa em celebração ao santo, com forró, animação e fé marcam a ocasião.

Neste domingo (12), não foi diferente. Turistas que vieram conhecer os festejos juninos de Campina Grande também colocaram Fagundes na rota cultural e visitaram a pedra. Segundo a prefeitura, a movimentação foi intensa.

Turistas visitaram pedra de Santo Antônio, na PB, no Dia dos Namorados — Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Fagundes, PB

Hoje (13), dia de Santo Antônio, as visitas continuam intensas. Seu Antônio, que leva no nome a devoção de sua mãe ao ‘santo casamenteiro’, fez questão de ir até o local agradecer pela vida.

Casado há muitos anos, o idoso costuma visitar o local para agradecer pela esposa. Depois de dois anos sem poder visitar a pedra, em virtude da pandemia da Covid-19, ele celebrou o retorno.

“A minha mãe tinha muita devoção por Santo Antônio, colocou meu nome e eu venho sempre aqui. Vim pra agradecer a ele, meu protetor… A gente costuma pedir muito, mas agradecer nunca é demais”, relatou seu Antônio.

A visitação à Pedra de Santo Antônio é gratuita, e pode ser feita em qualquer dia da semana. Com informações do G1/PB.

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.