VÍDEO: NO BRASIL, PESSOAS MORREM POR OUTRAS CAUSAS E SÃO REGISTRADAS COMO COVID-19


Casos intrigantes tem chamado a atenção do povo, como por exemplo registro de mortes por COVID-19 não sendo esse o verdadeiro motivo da morte.

Registrado no dia 08 de Maio na cidade de Tramandaí-RS, Valdir Borges faz um relato nas redes sociais usando o atestado de óbito da esposa Nilza Vicente que faleceu no dia 06 de maio, ela foi acometida de um câncer fulminante e faleceu no hospital Conceição em Porto Alegre, Nilza estava sendo tratada de um câncer no fígado que acabou atingindo outros órgãos, as causas da morte foram registradas ainda no hospital sendo: Metástase pulmonar, epitocarcinoma, cirrose hepática tipo morte natural e insuficiência respiratória.

Valdir Borges fez todo o procedimento necessário para retirada do corpo, mas ao chegar no local a surpresa, mesmo diante de todo o relatório dado pela equipe médica que cuidava do caso, ele não pôde levar sua esposa para ser velada pois foi registrado no local como morte por COVID-19. Valdir afirma ter discutido e mostrado o atestado de óbito, mas eles disseram que não poderiam liberar o corpo porque esse era o protocolo, em lágrimas ele gravou um vídeo que está circulando pelas redes sociais, pedindo justiça , ela acrescenta em seu comentário umas perguntas : “Não se morre de câncer? de tiro? somente de COVID-19?”


 Lex Jornalismo

Nenhum comentário

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.