POLÍCIA CIVIL DO RN PROCURA POR MOTORISTA FORAGIDO DA JUSTIÇA QUE MATOU 5 PESSOAS NO ACIDENTE DE TRÂNSITO NA BR 405 EM JOSÉ DA PENHA/RN.


Nas primeiras horas desta segunda-feira (26), policiais civis da delegacia regional de Pau dos Ferros se deslocaram até a cidade de Sousa/PB para cumprir um mandado de prisão preventiva expedido pela Comarca de Plantão de Pau dos Ferros, em desfavor de GLADYSON JÁCOME DE ABRANTES SARMENTO, que no último sábado atropelou e matou 5 pessoas na cidade de José da Penha, quando dirigia em alta velocidade uma caminhonete hilux. A Polícia Civil de Pau dos Ferros, responsável pelo plantão na região, deu início as investigações e reuniu provas de que o motorista GLADYSON JÁCOME dirigia em alta velocidade, saltando quebramolas e invadindo a contramão em seu trajeto pela BR 405, colocando em risco a vida de outras pessoas, que inclusive tiveram que sair da pista para não serem atropeladas, o que acabou culminando no acidente que matou 5 pessoas em José da Penha. A Polícia Civil representou pela prisão preventiva de GLAYDSON JÁCOME fundamentada no artigo 121 do CTB e o Juiz Plantonista da Comarca de Pau dos Ferros, o magistrado Osvaldo Cândido de Lima Júnior, decretou a prisão preventiva do representado, alegando que "verifica claramente a necessidade da prisão como meio de garantia da ordem pública, posto que o representado causou a morte de quatro pessoas em atitude totalmente estúpida e reprovável, sendo, pois, a prisão imprescindível para acautelar o meio social e a credibilidade da justiça em face da irresponsável conduta delituosa, pois a liberdade do representado representa uma verdadeira desmoralização e descrédito para o Poder Judiciário, dando a sensação de que o alto-oeste se trata de "terra de ninguém", "terra sem lei", mormente em virtude do modus operandi da conduta, que demonstra a gravidade em concreto do delito de molde a justificar a custódia. A fuga do condutor também foi descrita pelo magistrado, pontuando que "a prisão cautelar também é indispensável para assegurar a aplicação da lei penal, posto que logo após praticar o crime o representado se evadiu, encontrando-se em lugar incerto e não sabido. Os Policiais Civis foram na residência de GLADYSON JACOME, na cidade de Sousa/PB, mas não o encontraram e continuam em diligência para prendê-lo. Qualquer informação do seu paradeiro pode ser denunciado de forma anônima para o 190 ou 84.99614.1687.

# Compartilhar

DEIXE SEU COMENTARIO

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postar um comentário