Souza busca Ufersa para capacitar pescadores

 Deputado demostrou preocupação com a falta de qualificação técnica formal dos pescadores da Costa Branca.


Viabilizar o ensino profissional marítimo. Com esse objetivo o deputado estadual Souza Neto (PSB), procurou a Universidade Federal Rural do Semi-Árido. O parlamentar acredita que a Ufersa, por meio do curso de Engenharia de Pesca, detém conhecimento para ministrar esse curso profissionalizante de extensão universitária. A ideia é viabilizar a capacitação técnica por meio de emenda parlamentar. O assunto foi discutido durante reunião do deputado Souza com a reitora Ludimilla Oliveira. Na ocasião, o parlamentar demostrou preocupação com a falta de qualificação técnica dos pescadores da Costa Branca, principalmente, dos municípios de Areia Branca, Grossos e Porto do Mangue. É que com o desenvolvimento da pesca do Atum a Marinha exige dos trabalhadores qualificação profissional. “A maioria dos pescadores aprende o ofício de forma artesanal sem uma formação especializada”, pontuou o deputado. Após ouvir a demanda do parlamentar, a reitora da Ufersa Ludimilla Oliveira, acenou de forma positiva a viabilização da proposta. “Essa também é função da Universidade trabalhar com as demandas da sociedade, aliado ao ensino acadêmico”, pontuou. A reitora frisou o potencial do corpo docente do curso de Engenharia de Pesca que é formado por doutores em vários segmentos da área. A reitora ressaltou ainda o potencial hidrográfico da região. “Como Universidade temos total interesse em colocar em prática essa sugestão”, confirmando a parceria proposta pelo deputado. O parlamentar ficou de apresentar as temáticas exigidas pela Marinha para a função para que a Ufersa possa elaborar o conteúdo programático da capacitação que incluirá aulas teóricas e práticas. O projeto contará com a participação direta de professores e acadêmicos de Engenharia de Pesca. Já o financiamento da atividade será por meio de emenda de bancada do mandado do deputado. “Avançar na qualificação profissional marítima trará resultados positivos para a região da Costa Branca”, argumentou Souza. A professora Ludimilla Oliveira agradeceu o interesse do deputado em buscar a Universidade para combater o problema do “êxodo natural da não condição para a sobrevivência”, ocasionado pela falta de qualificação técnica formal que deixa os pescadores nativos fora do mercado de trabalho dentro da própria comunidade. “Esperamos em breve concretizar essa iniciativa trazida pelo deputado Souza para que possamos também promover o desenvolvimento da pesca com a participação da Ufersa”, afirmou a reitora.
Crédito das Fotos: Assecom/Ufersa Fonte: Assecom/UFERSA

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.