Desembargador Gilson Barbosa acompanha relator e deixa Robinson Faria inelegível por 8 anos

 

A página online Tribuna Livre destaca que terminou há pouco o julgamento da ação que tramita no TRE-RN contra o ex-governador Robinson Faria (PSD) por abuso de poder político e econômico.

O voto do desembargador/presidente Gilson Barbosa acompanhou  integralmente o voto do relator Ibanez Monteiro, que foi a favor da INELEGIBILIDADE por 8 anos, a definição do desembargador fez a diferença já que o quadro estava empatado,  o placar encerrou em  4 X3, disse;

"Assim a meu ver por todo arcabouço fático e probatório dos autos estão configurados o uso exorbitante de recursos público a fim de comprometer a isonomia do pleito disputado pelo então governador Robinson Faria." 

Do julgamento cabe recurso à arte Superior, o TSE. A defesa do ex-governador foi feita pelo advogado Felipe Cortez.

O detalhe é se será julgado e revertido até o pleito de 2022, quando Faria pretendia disputar uma cadeira de deputado federal.

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.