Cidade do RN registra 27 tremores de terra em menos de 10 horas, diz UFRN

 

Pelo menos 27 eventos sísmicos foram registrados na região do município de Pedra Preta, no Rio Grande do Norte, em menos de 10 horas, entre a madrugada e a manhã desta quarta-feira (3). O evento mais forte chegou a ter magnitude de 3.4. As informações são do Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). De acordo com os pesquisadores, uma análise preliminar apontou que os quatro tremores de terra mais fortes registrados ocorreram às 05h36, com magnitude de 2.8; outro às 06h25 com magnitude de 3.0, e um terceiro às 6h37, com magnitude de 3.3. O último aconteceu às 10h14, no horário local, e foi de 3.4. "São reativações de falhas geológicas. Mesmo no interior do Brasil, mesmo não estando na borda de uma placa tectônica, existem falhas que são reativadas. Não tem como prever", afirmou Aderson Farias do Nascimento, coordenador do laboratório. Os tremores não são novidade para o município. Em 2013, uma série de tremores de terra danificou casas e prédios públicos e motivou a prefeitura de Pedra Preta decretar situação de emergência. O LabSis/UFRN monitora os tremores utilizando uma estação localizada em Riachuelo, além de outras pertencentes à Rede Sismográfica Brasileira na região, mas reforça que nenhum sistema consegue prever quando os tremores vão acontecer.

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.