DESESPERADO! "Não aguento mais passar fome", grita empresário ao tentar se matar no Centro de Manaus, Zona Sul

 

Um empresário identificado com o nome de Jero Mesquita, 47 anos, subiu em uma árvore de quinze metros de altura da praça da Matriz, no centro de Manaus, no final da tarde desta segunda-feira, 1, e ameaçou cometer suicídio, atraindo rapidamente para o local dezenas de populares.

Muitas das pessoas presentes no local começaram a cantar hinos de louvores a Deus e pediam para o empresário não cometer o suicídio, enquanto por outro lado, uma equipe de policiais da 24ª Cicom, isolou o local e acionou o Corpo de Bombeiros.

Assim que os bombeiros chegaram ao local e viram que o homem ainda estava na árvore, em pé entre os galhos, foi montada uma cama móvel para amortecer a queda no caso do empresário realmente pular e tentar o suicídio.

Jero Mesquita gritava a todo instante que seus negócios faliram durante a pandemia, que está todo endividado, sem dinheiro para sustentar a própria família, para pagar o aluguel e disse até que está passando fome com os filhos e a esposa”.

Os policiais militares e bombeiros perceberam que o homem estava totalmente abalado emocionalmente e atuavam com bastante cautela, para que não se abalasse ainda mais e procurando sempre conversar com ele até que em dado momento, quando a tarde começava acabar ele resolver desistir do suicídio.

Depois que o empresário desceu com ajuda dos bombeiros alguns dos seus familiares já estavam presentes e ajudaram a acamá-lo até ser colocado na ambulância do Samu para ser levado a uma clínica para conversar com psicólogos.

Não há outras informações sobre o empresário Jero Mesquita e somente um amigo do mesmo que estava na praça da Matriz, confirmou que ele está falido, desesperado com as dívidas, mas prometeu ajudá-lo da melhor maneira possível juntamente com a família e outros amigos do mesmo.

(Portal do Zacarias)
Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.