Prefeita de Areia Branca ainda não manifestou interesse na adesão do município ao consórcio público para a compra das vacinas

A prefeita de Areia Branca, Iraneide Rebouças (PSDB), ainda não se manifestou sobre a adesão do município ao consórcio público para a aquisição das vacinas contra o novo coronavírus.

As cidades brasileiras interessadas em fazer parte do consórcio para a compra de vacinas contra a covid-19 subiu de 1.703 para 2.172 (27%) entre sexta-feira (5) e a noite de ontem (8), conforme informou a Frente Nacional de Prefeitos.

No Estado, 32 prefeituras já firmaram a parceria. O prazo expirou no último dia 5, mas após a vigência, vários prefeitos da região solicitaram a inclusão de seus municípios, entre eles Grossos, Mossoró, Tibau e Porto do Mangue, que protocolaram ofícios e tiveram os nomes inclusos na lista recém atualizada.


O prazo formal para adesão havia terminado, mas o presidente da FNP, Jonas Donizette, ex-prefeito de Campinas, disse que as administrações ainda têm tempo para se juntar ao grupo.

O município de Areia Branca é um dos mais afetados pela epidemia na região da Costa Branca, e registrou até a manhã de hoje (09), 1487 casos confirmados, sendo que 1291 estão curados e 136 em isolamento com o vírus ativo (127 se tratando em casa -  9 em hospitais) e 60 óbitos em decorrência da doença. Uma morte está em investigação.

De acordo com as  informações repassadas ao Facho pela assessoria da prefeita, a gestora, que é profissional de saúde e tem ao seu lado os médicos José Alfredo (esposo) e Dr. Bruno (vice-prefeito), ainda vai definir se adere ao consórcio ou não.
Esperamos que a chefe do executivo tome uma medida sensata em prol da população areia-branquense que já tem sofrido bastante com a perda dos seus entes queridos para esse vírus.

Até o momento, o legislativo municipal também não se manifestou.

O FACHO DE GROSSOS
Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.