Por 6 x 2, maioria do STF mantém suspeição de Moro

 

Com o voto de Cármen Lúcia, formou-se maioria entre os 11 ministros do Supremo para manter o julgamento da Segunda Turma que apontou a suspeição de Sergio Moro no caso do triplex.

Antes dela, votaram contra a perda de objeto da ação Gilmar Mendes, Kassio Marques, Alexandre de Moraes, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli.

A favor de invalidar a decisão da Segunda Turma votaram apenas Edson Fachin e Luís Roberto Barroso.

Lula já teve as condenações na Lava Jato anuladas pelo Supremo, mas a suspeição invalida também as provas colhidas no processo do triplex.

A defesa já pediu a extensão da suspeição para os processos do sítio de Atibaia e do Instituto Lula.

 Fonte: O Antagonista

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.