Conteste seu auxílio emergencial cancelado: aberto novo prazo para reclamação

 




Um novo prazo para contestação do auxílio emergencial 2021 para quem teve o benefício cancelado foi aberto pela Dataprev. O novo período para contestar a negativa  iniciou na terça-feira, 18, e vai até 28 de maio. O prazo é válido para trabalhadores informais, Microempreendedores Individuais (MEIs), desempregados e inscritos no Cadastro Único que desejam voltar a receber os pagamentos. Os beneficiários do Bolsa Família que tiveram o auxílio cancelado na 2ª parcela também terão chance de pedir uma nova análise de acordo com bases mais atualizadas de seus dados. Mas o prazo de contestação para este grupo é maior e vai até 1º de junho. Como contestar o auxílio emergencial cancelado? Primeiro acesse o portal de consulta da Dataprev e verifique a situação do seu auxílio emergencial e os motivos que levaram ao cancelamento do benefício. Segundo o Ministério da Cidadania, se a razão que causou o cancelamento das parcelas permitir a contestação do benefício, o cadastro do cidadão deverá ser reanalisado pela Dataprev e após isso o trabalhador poderá voltar a receber, caso o pedido seja aprovado. Para fazer a contestação do auxílio emergencial, basta clicar no botão “Contestar”. Após isso  aparecerá na tela a pergunta se você deseja mesmo apresentar a contestação, depois de confirmar a contestação será enviada para avaliação da Dataprev. Pronto! Agora é só esperar a Dataprev realizar um novo processamento das contestações a partir de dados mais atualizados em suas bases. Caso o resultado for ne negativa da sua solicitação, seu auxílio será analisado novamente no mês seguinte, com isso, as análises realizadas devem se aproximar o máximo possível da sua situação econômica atual. O prazo é válido para trabalhadores informais, Microempreendedores Individuais (MEIs), desempregados e inscritos no Cadastro Único que desejam voltar a receber os pagamentos 

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.