Embarcação com pescadores potiguares desaparece em alto-mar e Marinha faz buscas. Segundo Comando do 3º Distrito Naval, 'Matheus F' começou a navegar no dia 2 de julho. Familiares dizem que há seis pescadores no barco e que eles teriam ido resgatar companheiros quando sumiram.

 HÁ 14 DIASEmbarcação 'Matheus F' desapareceu após deixar Natal — Foto: Cedida

 Embarcação 'Matheus F' desapareceu após deixar Natal — Foto: Cedida

Uma embarcação com pescadores potiguares, que saiu de Natal no dia 2 de julho, desapareceu em alto-mar. O caso foi confirmado pela Marinha do Brasil.

De acordo com o Comando do 3º Distrito Naval, o sumiço foi notificado na terça-feira passada (13), 11 dias depois da embarcação de pesca "Matheus F" ter deixado a capital potiguar.

Os familiares disseram que seis pescadores estão na embarcação e que não conseguem contato nenhum com eles desde o dia 5 de julho.

"Não temos notícias de nada, não tem vestígio de nada, não tem comunicação nenhuma. Todos os barcos que passam tentam se comunicar com eles e nada. É muito angustiante a gente ficar sem saber o que foi que aconteceu", conta Ana Paula Santos, que é irmã do pescador Evanuel Santos, de 39 anos, que está entre os desaparecidos. 

 Evanuel Santos, de 39 anos, está entre os pescadores desaparecidos na embarcação em Natal — Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

 Evanuel Santos, de 39 anos, está entre os pescadores desaparecidos na embarcação em Natal — Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

Para o resgate, a Marinha informou que iniciou a Operação de Busca e Salvamento, que é coordenada pelo Salvamar Nordeste.

Estão atuando na operação o Navio Patrulha Macau, equipes de Busca e Salvamento da Capitania dos Portos do RN e da Capitania dos Portos de Pernambuco, além de uma aeronave P-95 Bandeirante, que está sendo coordenado pela Força Aérea Brasileira (FAB). 

Pescadores saíram do Rio Potengi — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

 Pescadores saíram do Rio Potengi — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

A Marinha informou ainda que emitiu "aviso aos navegantes" e fez contato com a comunidade marítima, "a fim de ampliar a divulgação sobre o ocorrido e alertar todas as embarcações que estão navegando em áreas próximas para apoiar nas buscas".

De acordo com as famílias, os pescadores saíram entre a noite do dia 2 de julho e a madrugada do dia 3 para resgatar outra embarcação que estava em alto-mar, mas nunca chegaram até ela. Essa outra embarcação conseguiu ser salva pela Marinha. 

 

 (Por G1 RN e Inter TV Cabugi)

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.