Professores do RN que optarem por continuar no ensino remoto não serão punidos

 

Não será aplicada qualquer punição aos trabalhadores da educação da Rede Estadual de Ensino do Rio Grande do Norte que optarem por continuar trabalhando remotamente até o fechamento do ciclo da imunização contra a covid-19. A informação foi destacada pelo secretário estadual de educação, Getúlio Marques, em audiência virtual realizada com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN (Sinte/RN).

Em acordo com os trabalhadores, a secretaria pede que, quem optar por continuar no ensino remoto, comunique oficialmente a escolha e realize o registro das atividades virtuais. O secretário explicou que o Sistema Integrado de Gestão da Educação (SIGEduc) deve ser o canal utilizado para essa finalidade. Assim, as tarefas e o planejamento devem ser inseridos no Sistema. Os profissionais com comorbidades e/ou até mesmo àqueles que tomaram as duas doses da vacina e não se sentem seguros para retornar também devem apresentar justificativa.

Quanto ao retorno híbrido, iniciado nessa segunda (26), o gestor estadual ressaltou que os primeiros 15 dias são destinados aos ajustes e a ouvir todos de acordo com suas especificidades. Getúlio Marques ainda esclareceu que não cogitou cortar o ponto, efetuar desconto salarial ou aplicar uma outra medida contra os professores que se recusarem a aceitar o chamado da Secretaria Estadual de Educação (Seec) para o retorno presencial às atividades.

Os estudantes da rede estadual de educação iniciaram o retorno às aulas presenciais nas unidades de ensino nessa segunda-feira (26). A retomada ocorre de maneira híbrida, facultativa e gradual, após um ano e quatro meses sem ensino presencial. Os estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental, compreendido pelo 1º ao 5º ano, e da 3ª série do ensino médio, foram os primeiros a retomarem os estudos de maneira presencial, seguindo o protocolo sanitário de prevenção à covid-19. 

Para esse momento, a Seec preparou as unidades de ensino para que o distanciamento em sala de aula, o uso de álcool em gel, disponibilização de máscaras e todas as medidas sanitárias fossem cumpridas, dando a segurança necessária para os estudantes, trabalhadores e trabalhadoras da comunidade escolar.

Fonte: Portal da Tropical


Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.