FLÁVIO BOLSONARO ENTRA EM DESESPERO COM REVOLTA DO GADO E FAZ POST: "CONFIEM NO CAPITÃO"

 Núcleo duro do bolsonarismo se esforça agora para manter algum prestígio em meio à debandada de apoiadores após a nota de recuo do presidente.

O senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) demonstrou seu desespero em meio à revolta de bolsonaristas com seu pai, o presidente Jair Bolsonaro, ao fazer uma publicação em seu Instagram na noite desta quinta-feira (9).

Trata-se de uma foto do chefe do Executivo com a frase “confiem no capitão!”. Na legenda da publicação, Flávio foi além: “Ele sabe o que está fazendo e é para o bem do Brasil”.

A postagem do senador vem como reação à decepção de apoiadores após Bolsonaro publicar uma nota de “pacificação” em que recua de seus ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF) e chega a elogiar o ministro Alexandre de Moraes, a quem ele se referiu como “canalha” nos atos golpistas de 7 de setembro.

Depois de incitar golpe, xingar ministros do STF e dizer que não vai cumprir decisões judiciais, o presidente viu uma contundente reação do presidente da Corte, Luiz Fux, e uma nova movimentação pelo impeachment no Congresso Nacional, o que o levou a atender o conselho de Michel Temer e publicar o documento, para a revolta de bolsonaristas, que ainda querem a destituição dos ministros do Supremo.

Horas após a divulgação do documento, Bolsonaro iniciou sua tradicional live de quinta-feira nas redes sociais. Os bolsonaristas que antes bombardeavam a transmissão com comentários de “mito” e “eu autorizo” passaram a expressar sua indignação com o recuo do chefe do Executivo. Os comentários que mais dominaram a transmissão foram “arregou”, “amarelou” e “perdeu meu voto”.

A postagem de Flávio, portanto, não é à toa. Tanto é que outra integrante do “núcleo duro” do bolsonarismo, a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) também entrou na “operação” para evitar que o presidente perca ainda mais apoiadores.

“A princípio, eu vou dizer que fiquei até um pouco frustrada. Frustrada da mesma forma da época em que o Moro pediu demissão. Mas quando o presidente Bolsonaro posta uma carta dessa, onde se põe de humilde para poder harmonizar os poderes, e vocês [se refere à oposição] acham ruim, porque para vocês ‘quanto pior, melhor’… Mas eu tenho certeza que o tempo dirá que o presidente estava certo”, disse em discurso na tribuna da Câmara.

“Confie e aguarde. E eu disse o mesmo no dia da queda de Moro”, completou através do Twitter.

Fonte: Revista Forum
Foto: Arquivo
Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.