Rosalba e Robinson Faria podem ser convocados para depor na CPI da Arena

Os ex-governadores do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini e Robinson Faria poderão ser convocados nos próximos dias para prestar depoimentos na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), instalada na Assembleia Legislativa do Estado, sobre possíveis irregularidades no contrato da construção e administração do Estádio Arena das Dunas, em Natal.

Em entrevista ao Jornal AGORA RN, nesta segunda-feira (11), o ex-deputado Sandro Pimentel (PSOL), autor do pedido de auditoria no contrato e também da instalação da CPI na Assembleia Legislativa do Estado, contou que além da ex-governadora Rosalba Ciarlini, o ex-governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria, deveriam ser intimados a prestar esclarecimentos, porque os contratos seguiram iguais nas gestões de ambos os ex-governadores: “Tem sim que afunilar as investigações, e nesse caso até chegar em Rosalba Ciarlini, que foi a governadora da Copa, que fez tudo isso acontecer. Mas não somente ela, teria que convocar também Robinson Faria, porque depois de Rosalba, veio o ex-governador Robinson Faria e os contratos seguiram iguais. Ou seja, Robinson não teve sequer a preocupação de pedir para auditar esses contratos, não procurou saber se o que o governo estava pagando, cerca de 11 milhões de reais por mês, era devido ou não, então ele, Robinson, tem responsabilidade política e administrativa nessa história, assim como Rosalba”, explicou.

O ex-deputado Sandro Pimentel, espera que ao final a CPI da Arena, no mínimo, o Ministério Público possa tomar as “providências” legais cabíveis, de modo que o Estado “estanque essa sangria”, desses milhões que são pagos mensalmente com o dinheiro do povo: “A gente sabe por tudo o que foi dito é comprovado [por meio de documentos], que o Estado não é devedor da construção. Eu não estou nem falando da manutenção da Arena das Dunas, que o valor pago mensal é um absurdo, é inaceitável”. E continuou: “Acredito que a CPI está indo no rumo certo, e vai terminar com um parecer conclusivo bastante sólido, a partir das oitivas, do contraditório e da defesa, do importante papel que tem cumprido a Controladoria geral do Estado e o Tribunal de Contas do RN”, concluiu. 

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.