Souza debate em Areia Branca a privatização do Porto Ilha

A audiência pública acontece nesta sexta-feira (15), às 9h, na Câmara Municipal de Areia Branca.

Na Sessão Plenária desta quinta-feira (14) na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, no horário destinado aos deputados, Souza (PSB) em seu discurso convocou todos a participarem da audiência pública que acontece nesta sexta-feira (15), às 9h, na Câmara Municipal de Areia Branca, para debater a privatização do Terminal Salineiro da cidade, o chamado Porto Ilha, e principalmente o destino dos trabalhadores portuários após seu arrendamento.

O Governo Federal anunciou para 15 de novembro a data do edital do arrendamento, e nós queremos saber como ficarão os trabalhadores. Só em Areia Branca, nós temos 115 famílias que trabalham no Porto Ilha. Essa obra foi motivo de orgulho para o RN. Ela foi construída a 14 milhas (26 km) da costa, é um terminal off-shore e o único no mundo que exporta sal marítimo. Esse terminal salineiro é muito importante para a economia da nossa região, que produz 95% do sal do País”, informou.

De acordo com Souza, o link virtual será disponibilizado, mesmo a audiência sendo presencial. “Vamos ter representantes da Codern, do sindicato da extração do sal, sindicato dos portuários, Ministério da Infraestrutura, senadora Zenaide e outros parlamentares”, finalizou.

Porto Ilha

O Terminal Salineiro de Areia Branca, Luís de Fausto de Medeiros, mais conhecido como Porto Ilha, fica localizado a 14 milhas náuticas, aproximadamente 26 km da costa areia-branquense.

Inaugurado em 02 de setembro de 1974, é o único terminal específico para escoamento de sal do mundo. Todo o sal movimentado é oriundo das salinas do Rio Grande do Norte, responsável por mais de 95% da produção nacional. 


O Porto Ilha, é uma ilha artificial, construída em alto mar, ganhando o primeiro lugar em engenharia marítima, sendo uma obra pioneira em toda América Latina.


Crédito da Foto: Eduardo Maia


Fonte: ALRN


 

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.