Flamengo Busca O Tri E Defende Superioridade Em Finais Contra O Palmeiras

Quando entrar no gramado do Centenário para encarar o Palmeiras, hoje (27), às 17h, pela finalíssima da Libertadores, o Flamengo vai lutar pelo tricampeonato sul-americano e a manutenção de uma doce freguesia. 

Em duas finais contra os alviverdes, o Fla levou a melhor nas duas e espera que o final seja feliz na partida mais importante entre os dois rivais.

A história começou em 1999, quando o Rubro-negro superou o então favorito adversário na final da extinta Copa Mercosul. Após vencer no Maracanã por 4 a 3, o time dirigido por Carlinhos arrancou um empate por 3 a 3 e levantou o caneco.

Um novo encontro decisivo demorou mais de duas décadas, mas o final foi novamente feliz para os cariocas. Na decisão da Supercopa do Brasil deste ano, os cariocas venceram nos pênaltis, e Diego Alves saiu consagrado do Mané Garrincha. Após pegar três cobranças, o camisa 1 garantiu a taça. 

"Flamengo e Palmeiras são adversários, não inimigos. Considero o Maurício Galliote [que deixa a presidência palmeirense] um amigo meu. Mauricio é meu amigo, mas cada um estará torcendo para o seu time. Todo mundo quer ganhar. Vai ser uma final dos dois ultimos campeões, um tira teima importante", disse o presidente rubro-negro Rodolfo Landim.

Ídolo eterno da torcida, o ex-jogador e técnico Andrade deu a receita para que a equipe saia com a taça. Campeão no banco e no campo, ele quer um Fla fiel ao seu estilo: 

"Consigo imaginar um Flamengo empenhado, tomando iniciativa, aquele Flamengo que a torcida gosta. Tipo: 'aqui quem manda somos nós'. Um time o tempo todo ligado, um Flamengo que vibra. Estou

confiante como estava em 2009 [quando conquistou o título do Brasileiro como técnico]", afirmou. 

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.