JOGO DUPLO: DEPUTADO DA BASE DE FÁTIMA É DONO DO 2º CANAL DE DIREITA COM MAIS VÍDEOS EXCLUÍDOS DO YOUTUBE


Se o jogo duplo do deputado estadual Albert Dickson, em alguns momentos, causa confusão em qualquer analista local de política, imagine na imprensa nacional. Exemplo disso foi o ranking divulgado pela BBC News Brasil, que apontou o parlamentar bolsopetista do RN como dono do "canal de Direita" com maior número de vídeos excluídos do Youtube. O curioso disso é que, no Estado, Albert é "fechado" com Fátima Bezerra, do PT, votando favorável de todos os projetos do Governo petista.

Segue, abaixo, a matéria do Portal 96 sobre o assunto: 

Vídeos com informações sobre “tratamento precoce” e contra a vacinação, esses foram os temas da maioria do conteúdo excluído de canais de direita no YouTube em 2021. Ao todo, a plataforma deletou 233 publicações. O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), lidera em número de remoções.

O segundo canal com mais vídeos fora do ar é o do deputado estadual e médico oftalmologista Albert Dickson (Pros-RN). Dickson costuma promover o tratamento precoce. Uma reportagem da BBC News Brasil mostrou que o parlamentar chegou a distribuir receitas on-line para a compra dos medicamentos.

Em todas as suas 12 publicações apagadas havia informações não verdadeiras sobre a doença. Apesar das sanções já recebidas, outras postagens com o mesmo conteúdo ainda continuam no ar. É o caso da live intitulada “Dutasterida, bromexina ou ivermectina, qual a melhor?”. Na ocasião, o político dá a quantidade de medicamentos que supostamente fariam “evitar pegar a Covid” para mulheres, homens e até mesmo crianças.

Com o maior índice de exclusão, ao todo, o chefe do Executivo federal teve 34 gravações retiradas — 33 delas por exibir conteúdo sobre a pandemia. O levantamento de vídeos removidos foi realizado pelo cientista de dados da empresa de análise Novelo, Guilherme Felitti, que vem mapeando as exclusões feitas em canais de extrema direita no país. 

Blog Luciano vale

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.