Sargento mata dono de bar por lhe negar uma “saideira” em Patu-RN

 

Uma jovem conhecida por Bia, que estava perto do local, sofreu um tiro no rosto. Está internada no Hospital de Pau dos Ferros. Após o ataque, que aconteceu no início da madrugada deste domingo, 6, em Patu, o sargento Batista (à dir.) fugiu entrando no mato. O Comando do Policiamento Regional, que tem a frente o coronel PM Costa, informou que está em diligência para prendê-lo mais rápido possível. O caso será investigado pela Polícia Civil.
No início da madrugada deste domingo, dia 6, no município de Patu, o sargento PM Francisco Batista Pereira, matou o comerciante Rivonaldo Felipe de Queiroz, conhecido por Preto de Tubana, por ele se negar a vender uma última dose (“saideira”).
Na mesma ocasião, um dos tiros acertou o rosto da jovem Ana Beatriz Ferreira Rebouças, que foi socorrida às pressas para o Hospital Regional de Pau dos Ferros. Até o fechamento desta edição, não se tinha informações concretas do quadro de saúde da jovem.
Após o ataque, o sargento Batista, como é chamado na corporação, fugiu entrando no mato. O coronel PM Walmary Costa, em contato com o MH, lamentou o ocorrido e informou que está em diligência para prender o suspeito o mais rápido possível.

Mossoró Hoje 
Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.