MAIS UMA TRAGÉDIA FAMILIAR NA PARAÍBA: PAI MATA A TIROS FILHA E ESPOSA E EM SEGUIDA TIRA PRÓPRIA VIDA

 

Foto: Reprodução/Notícia Paraíba

Um comerciante matou a esposa, de 48 anos, e a filha, de 28 anos, após uma discussão na manhã do sábado (2), em Camaratuba, na zona rural de Mamanguape, no Litoral Norte da Paraíba. O homem foi encontrado morto dentro de casa.

O crime aconteceu por volta de 5h30 da manhã deste sábado e moradores da região, ao ouvir os disparos, acionaram a polícia. De acordo com informações da Polícia Militar de Mamanguape, o homem suspeito de atirar contra as mulheres, identificado como José Carlos do Nascimento, tinha um quadro grave de depressão.

A esposa do homem, Maria do Livramento, e a filha, Camiliane do Nascimento, foram baleadas e morreram ainda no local. Após o crime, o suspeito atirou contra si mesmo e também morreu no local.

O delegado Sylvio Rabelo, da Polícia Civil de Mamanguape, que investiga o caso informou que o suspeito passava por tratamento psiquiátrico e a motivação inicial teria sido ciúmes da esposa. Ainda de acordo com o delegado, a filha mais nova do casal conseguiu fugir dos disparos junto com a neta do homem.

O Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (Samu) esteve no local e constatou a morte das três pessoas. A perícia esteve no local e a Polícia Civil irá investigar o caso. Com informações do g1/PB.

Após matar a esposa na sala da casa, José Carlos foi até o quarto da filha mais velha, Camiliane Costa dos Santos, de 28 anos, e atingiu a jovem com um tiro no coração, depois de errar dois disparos.

De acordo com a Polícia Militar, vizinhos relataram que, após outras três pessoas que também estavam na residência fugirem, o homem foi para rua e disse que iria se entregar, mas em seguida entrou e tirou a própria vida, caindo morto ao lado da esposa.

Os vizinhos também contaram que as acusações contra Maria do Livramento não tinham fundamento e que a mulher já havia sofrido agressões físicas do marido. 

A suspeita é de que a intenção fosse matar todos que estavam na residência, incluindo a filha mais nova do casal, de 16 anos, a neta, filha de Camiliane, de 7 anos, e a irmã da mãe, surda e muda, que conseguiram escapar.

Os corpos passaram por exames periciais no Instituto Médico Legal (IML) da Polícia Civil, e foram sepultados nesse domingo (3), no cemitério local. Com informações do notícias Paraíba.

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.