[VÍDEO] DELEGADO DIZ QUE BACHAREL DE DIREITO, FOI MORTO EM MOSSORÓ APÓS SER CONFUNDIDIO COMO SENDO ASSALTANTE. POLÍCIA JÁ IDENTIFICOU E PROCURA SUSPEITO DO CRIME

 

Ialamy Gonzaga suspeito do crime

Dr. Rafael Arraes, titular da DHPP(Delegacia de Homicídio de Mossoró), reuniu a imprensa de Mossoró, na tarde desta segunda feira, 11 abril de 2022, para falar sobre crime ocorrido no bairro Boa Vista em Mossoró, no último sábado dia 09. 
Crime que abalou a cidade, e vitimou o jovem com futuro promissor, Bacharel em Direito, e estava próximo de assumir cargo na PM do CE. 
De acordo com o Delegado,  Eliel Ferreira Cavalcanti Júnior, 25 anos, foi confundido como sendo assaltante. 
Eliel Ferreira Cavalcanti, de 25 anos, foi morto a tiros em Mossoró neste domingo — Foto: Arquivo pessoal

Delegado informou que uma pessoa que teria sido baleada na mesma ocorrência, fugiu do hospital, sem consentimento médico, mas ele deu detalhes de como tudo aconteceu. 
A vítima conversava com amigo, nas proximidades do condomínio, na Rua Francisco Bernardo, quando teria sido confundido como sendo um assaltante. 
O acusado Ialamy Gonzaga, 38 anos teria sacado a arma, foi quando a vítima se assustou, soltou o celular e correu. 
Nesse meio tempo, pessoas gritavam, "Pega ladrão, pega ladrão". Uma terceira pessoa, segurou o mesmo, quando o atirador se aproximava e disparou, atingindo a virilha do conhecido seu. 
Após balear ele, pediu que o mesmo procurasse ajuda no hospital, e em seguida desferiu os tiros contra o jovem Eliel Ferreira, que  não teve chances de defesa. 
"O que mais impactou esse crime, foi a vítima está rendida, não oferecia ameaça nenhuma a ninguém na rua, não estava armado, não era assaltante, e ser morta com cerca de 7 tiros, já que foi a quantidade de cápsulas de pistola 9mm, foram encontradas no local pela perícia". Finalizou o Delegado, afirmando que o acusado está foragido, já foi expedido a prisão do mesmo, que trabalha em uma empresa com carteira assinada, e pede que se alguém tiver o paradeiro dele, ligar para o 181 e não precisa se identificar. 
A arma pode ser a registrada em nome dele. Ele de fato tem a posse de uma arma 9mm, mesmo calibre da utilizada no crime. Ele não podia portar ela em via pública.
Passando na hora 
Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.