CATEDRAL DE SANTA LUZIA EM MOSSORÓ FECHA POR 4 MESES PARA REVITALIZAÇÃO FÍSICA

 


O pároco da Catedral de Santa Luzia de Mossoró, padre Flávio Augusto Forte Melo, recebeu a imprensa às 7 horas desta segunda-feira (30), para uma conversa “informal”, como definiu, sobre obra de revitalização desse templo religioso.
Falou sobre o fechamento da Catedral como algo que o emociona, pois diariamente é um local de orações, reflexões, acolhendo desde cedo muitas pessoas.
Padre Flávio falou, emocionado, sobre a “casa” fechada, que recebe logo cedo – todos os dias – pessoas que afluem à Catedral às suas orações e reflexões  
A catedral passará por amplos serviços de recuperação de sua estrutura interna e externa, com o cuidado da preservação de suas relíquias e estruturas físicas histórico/religiosas. Estima-se que a tarefa levará quatro meses, a um custo de R$ 1,2 milhão (recursos da Diocese de Mossoró).
Os trabalhos vão ensejar instalação de estrutura acústica, climatização e outras tarefas à melhor acomodação da fiéis católicos, clero e visitantes.
A obra permitirá ainda a reorganização de toda estrutura elétrica, revitalização do piso, pintura e outras melhorias.
A Paróquia de Santa Luzia tem em mãos um projeto de reforma ampla da Catedral elaborado pelo Apostolado Litúrgico de Arquitetura das Irmãs Pias Discípulas do Divino Mestre, em São Paulo. Trata-se do mais importante escritório de arquitetura sacra do país, especializado em projetos arquitetônicos de construção, reforma, interiores e vitrais, bem como o desenho e execução de painéis artísticos.
Padre Flávio recebeu imprensa em meio a trabalhos iniciais na Catedral.
Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.