Claudia Regina defende projeto de gestão continuada para o município de Mossoró

A pré-candidata Cláudia Regina defende que seja implantado em Mossoró um projeto coletivo que, além de suprapartidário, ultrapasse o período eleitoral e se estenda pelos próximos anos. É contra a gestão que assume e desfaz, por interesses politiqueiros, tudo que o antecessor estava fazendo, inclusive de alto interesse social.

A ex-prefeita disse que sempre foi a favor de um trabalho de planejamento municipal a longo prazo, e ainda com mais veemência nos últimos anos, observando as necessidades extremas em praticamente todos os setores da Administração Pública Municipal.

“Quando fui eleita Prefeita, as pessoas me deram a missão de gerir a cidade, essa grande casa onde moramos todos nós. Estabelecemos metas trimestrais que guiaram o governo a, por exemplo, criar a UTI Pediátrica, a Base Integrada Cidadã do Santo Antônio, a trazer a AeC, a urbanizar a comunidade do Tranquilim, a executar o Saneamento Integrado, o Plano de Enfrentamento à Seca e diversas outras ações que nos deram mais de 70% de aprovação. Tudo isso em 11 meses. Foi apenas o início de um cronograma de trabalho estratégico para Mossoró”, explica Cláudia Regina, que administrou Mossoró no período de 11 meses de 2013.

Claudia Regina revela que para os próximos anos é preciso renovar o plano. E no caso dela, “o plano está atualizado. Os problemas de ontem não foram resolvidos, alguns se aprofundaram, e a população continua repetindo as mesmas cobranças nos últimos 8 anos, sofrendo as consequências da inércia das gestões”, acrescenta.

Com formação em direito e servidora pública estadual, Claudia Regina disse que tem conversado com a população. “Tenho ouvido o povo de todos os bairros, recebido ligações de amigos da zona rural, representantes de instituições, de segmentos organizados e é uníssono o pedido das pessoas por reajustes imediatos na estrutura municipal de Saúde, de Segurança e de geração de Emprego e Renda”.

Claudia Regina finaliza dizendo que “o momento atual me dá a segurança jurídica necessária para ser votada e me legitima a buscar ser um elo entre o clamor da população, as inteligências que podem ampliar o planejamento Municipal que iniciamos em 2013 e todos os que, discordando da atual gestão mossoroense, estão dispostos a seguir um caminho alternativo de reconstrução e desenvolvimento da cidade”.

Por Cezar Alves / Mossoró Hoje

Nenhum comentário

Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.