FUNDADOR DA RICARDO ELETRO SAIU DA PRISÃO E FOI COMER PIZZA

Fundador da Ricardo Eletro foi preso durante operação contra sonegação fiscal
E tudo terminou em pizza… A noite deste sábado (18/7) foi movimentada no 1º andar do restaurante Pinocchio, em São Paulo, mais precisamente em uma área “private” da pizzaria, que recebeu Ricardo Nunes, fundador da Ricardo Eletro, e vários casais de amigos. O estabelecimento foi escolhido justamente por conta deste pavimento mais “discreto”, até porque restaurantes estão proibidos de funcionarem após às 17h na capital paulista. Mas a ocasião, pelo visto, merecia.

Os convidados comentaram que a festa tinha uma razão: a liberdade do fundador da Ricardo Eletro, que teve o pedido de prisão temporária revogado, no dia 9 deste mês, após ter sido preso no dia anterior em uma operação conjunta Ministério Público de Minas Gerais, Receita Estadual e Polícia Civil para combater a sonegação fiscal. De acordo com as investigações, foram sonegados cerca de R$ 400 milhões.

Pizzaria Pinocchio
O restaurante Pinocchio pertence a Marcelo Mussi, irmão do deputado federal Guilherme Mussi, que já foi citado nesta coluna no dia 3 de julho, por conta das inúmeras festas em sua mansão, com direito até a registro na polícia após reclamações de vizinhos. Laura Nunes, filha de Ricardo, que também teve sua prisão decretada (e revogada após prestar depoimento), não estava presente na festinha na pizzaria. O estabelecimento é famoso por servir uma saborosa pizza trufada.

A determinação do governo de São Paulo de proibir o funcionamento de restaurantes após às 17h vem sendo desobedecida por toda a capital. Ontem, o restaurante do nobre Hotel Sheraton funcionava normalmente, a noite toda, com direito até a um DJ! Como se o mundo estivesse em sua mais perfeita ordem…
Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.