SUSPEITO DE MATAR POLICIAL CIVIL PARAIBANO MORRE EM CONFRONTO COM A PM NO RN

 


Um dos suspeitos de participar da morte do Policial Civil do Estado da Paraíba, Sandro Roberto, de 54 anos, na praia de Zumbi, foi morto durante confronto com a Polícia Militar do Rio Grande do Norte, nesta terça-feira (31). 
Identificado como Francisco Anderson Vituriano da Rocha, mais conhecido como “Lobão”, o homem trocou tiro com os policiais em área de mata no município de Rio do Fogo, litoral norte potiguar.
De acordo com os policiais militares do 14º batalhão, Lobão estava reunido com outros suspeitos em uma região de difícil acesso em Rio do Fogo, em um ponto já conhecido pelo tráfico de drogas. 
Ao perceberem a chegada dos agentes de segurança, os criminosos teriam efetuado diversos disparos de arma de fogo, que foram respondidos pelos policiais.
Anderson Vituriano foi o único atingido durante o confronto. Ele foi socorrido pelos policiais ao Hospital Municipal de Rio do Fogo, onde morreu. Os demais suspeitos conseguiram fugir. A polícia realizou buscas na região, mas ninguém foi localizado.
No local onde os homens estavam reunidos foram encontradas várias porções de maconha e um tablete grande da droga, trouxinhas de maconha, uma arma calibre .12 e munições do mesmo calibre deflagradas e intactas.
O material foi conduzido até a Central de Flagrantes da Zona Norte de Natal.
Suspeito da morte do policial civil paraibano
Anderson Vituriano da Rocha, o “Lobão”, é suspeito de participar da morte do Policial Civil paraibano Sandro Roberto, de 54 anos, na noite de 13 de janeiro de 2022, na praia de Zumbi, município de Rio do Fogo. Sandro foi abordado por cinco homens armados onde passava o veraneio com a família.
No momento do crime, os criminosos roubaram a arma do agente e atiraram duas vezes contra ele antes de fugirem. Os disparos atingiram o peito e o pescoço do policial, que chegou a ser socorrido ao hospital de Ceará-Mirim, na região metropolitana, mas não resistiu. 

Sidiney Silva
Jacó Costa. Tecnologia do Blogger.